lucas blat
sobre

e-mail
behance
instagram

+55 11 999 832 111



Considerado o maior escritor chinês do século XX, Lu Xun (1881-1936) se destacou sobretudo por seus contos, reunidos aqui em O diário de um louco – Contos completos de Lu Xun, que compreende as três coletâneas de histórias curtas publicadas pelo autor: O grito, Hesitação e Histórias antigas recontadas.

Nelas se encontra um autor irônico e profundamente crítico das tradições de seu país, e também um painel de tintas fortes da cultura chinesa, sua rotina e seus mitos. Os contos foram traduzidos por Beatriz Henriques, Cesar Matiusso, Marcelo Medeiros, Marina Silva e Pedro Cabral, com coordenação e revisão técnica de Ho Yeh Chia, professora de língua e literatura chinesa do Departamento de Letras Orientais da Universidade de São Paulo, que também assina o posfácio. O livro conta, ainda, com numerosas notas de rodapé que elucidam aspectos históricos e culturais da China. 
Assinado por Lucas Blat e Túlio Cerquize, o projeto gráfico desta edição é encadernado em capa dura com serigrafia e miolo em duas cores. A ideia foi fazer referência às obras chinesas impressas tradicionalmente até princípios do século XX: a capa possui uma configuração vertical, com linhas de texto pretas e vermelhas intercalando-se, como os folhetins da época. Além disso, o uso do papel Kraft faz alusão à rusticidade com que eram produzidos os livros na China imperial.

fotos: Nino Andrés / Carambaia